terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Desabafar (...)

              

Há muito tempo que estou a precisar disso, mas agora que estou a explodir, decidi então escrever.
 Hoje, quase ninguém tem tempo para escutar ninguém... Nem que esta pessoa pareça estar à beira da loucura e é "exactamente" à beira da loucura que eu me sinto. 
Eu sei que muitas pessoas têm problemas bem piores que os meus, mas, por eu ser nova, sempre pensei que os meus eram bem piores. Tento mudar o meu conceito acerca disso, só que dessa forma tenho deixado de mostrar como eu estou triste para tentar ajudar os outros com problemas maiores e sorrir a cada dia que passa para que ninguém se aperceba do que me mói por dentro.
Estou engasgada, com vontade de chorar mas não tenho mais lágrimas.
Que vida chata!
 Estou um pouco entediada hoje...
Preciso desabafar uma solidão incurável, um sentimento vazio, uma falta imensurável de amigos, um tipo de jaula que está aberta mas não consigo escapar.
O meu mundo é incerto, quando descoberto, difícil de ser entendido.
Com a certeza inexplicável, tenho tudo mas não tenho o mais importante. Sou a pergunta que não tem resposta.
A cada dia que passa, entro dentro na minha mente, sozinha e aflita, procurando algum motivo para continuar a viver, alguma coisa que realmente faça valer a pena, mas, ainda não encontrei nada.

2 comentários:

  1. Tem selinhos no meu blog para você *-*

    http://minhamenteflutuando.blogspot.com/

    ResponderExcluir